Vida após o Câncer de Próstata


Vida após o câncer de próstata

Para a maioria dos homens que recebem o diagnóstico de câncer de próstata a carga emocional associada pode ser difícil. O tratamento pode ser estressante e emocionalmente debilitante. Mesmo se você está aliviado ao terminar o tratamento,  é difícil não se preocupar com o risco de recorrência da doença.

Em alguns homens o câncer pode voltar em outras partes do corpo ou mesmo nunca desaparecer completamente. Nesses casos o tratamento hormonal ou mesmo outras terapias, como quimioterapia, podem ajudar a manter o câncer sob controle o maior tempo possível. 

A vida após o câncer de próstata significa a retomada da sua rotina, assim como a opção por novas escolhas pessoais, emocionais, familiares e de trabalho.

O apoio de amigos, familiares e uma equipe de saúde multi-disciplinar são fundamentais para auxiliar a sua recuperação.

Um cronograma de consultas, exames de acompanhamento e testes diagnósticos:

Durante e após o tratamento do câncer de próstata você será submetido a uma série de exames laboratoriais, imagem, consultas médicas e avaliações com profissionais de várias especialidades. 
Ter uma cronograma organizado e claro é importante.
Uma lista de possíveis efeitos colaterais ao longo  de seu tratamento pode ser oferecida pela equipe médica, incluindo o que você deve observar e quando entrar em contato com seu médico para informar sintomas.

Alguns efeitos colaterais do tratamento podem durar muito tempo ou podem não aparecer até anos após o término do mesmo. As consultas com seu médico são um bom momento para fazer perguntas e falar sobre quaisquer mudanças, problemas ou outras preocupações que você tenha.

Sugestões de dieta e atividade física
Mesmo se você tiver concluído o tratamento, ainda será acompanhado de perto pela equipe médica. É muito importante ir a todas as suas consultas e de preferência com um(a) acompanhante.

Visitas e testes 
As visitas ao seu médico geralmente incluirão exames de sangue (PSA) e possivelmente o exame de toque retal, no caso de sua próstata não ter sido removida.  

A frequência das visitas ao médico dependerá do estágio do câncer e a risco de retorno da doença. A maioria dos médicos recomenda testes de PSA a cada 3 a 6 meses  durante os primeiros 5 anos após o tratamento, e pelo menos anualmente depois esse período. 

Quando há sinais de anormalidades nos níveis de PSA ou exame físico, seu médico pode solicitar exames mais complexos como a ressonância magnética e cintilografia dos ossos do corpo inteiro à procura de focos de recorrência do câncer de próstata.

O câncer de próstata pode recorrer mesmo muitos anos após o tratamento, dai a importância em manter consultas médicas regulares e relatar quaisquer novos sintomas (como dor óssea ou problemas de micção).

Manter  cópias de seus registros médicos
Em algum momento após o tratamento do câncer, você pode decidir mudar o local de seu atendimento ou mesmo a equipe médica  que não conhece seu histórico ainda. É importante manter cópias de seus registros médicos detalhados para facilitar a continuidade do seu acompanhamento sem prejuízos.

Qual a possibilidade do câncer de próstata progredir ou retornar?

Se você tem (ou teve) câncer de próstata, provavelmente quer saber se existe algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir seu risco do câncer de próstata retornar ou progredir.

Recomenda-se a prática de exercícios físicos regulares com orientação, alimentação rica em frutas, legumes e fibras, assim como não fumar e controlar outras condições de saúde, como hipertensão e diabetes.

Algumas pesquisas sugeriram que os homens que se exercitam regularmente após o tratamento podem ser menos propensos a morrer do câncer de próstata do que aqueles que não fazem atividades. 

Não está claro exatamente o quanto de atividade física é necessária para diminuir o risco de recorrência da doença, mas está claro que o mais importante é a regularidade do exercício. 

Estudos estão em andamento no mundo inteiro para investigar esse assunto tão relevante.

Controle de peso
Vários estudos descobriram que homens com excesso de peso ou obesidade quando diagnosticados com câncer de próstata tendem a ter uma pior perspectiva de vida, assim como apresentam a doença com perfil de agressividade maior. 

Ainda não está claro se perder peso pode reduzir esse risco de câncer de próstata. 

Mais pesquisas são necessárias para esclarecer esse tópico.

Parar de fumar
Algumas pesquisas sugeriram que homens que fumam são mais propensos a ter câncer de próstata do que os homens que não fumam. 

Mais pesquisas são necessárias para investigar se parar de fumar pode ajudar a reduzir esses riscos. O que está claro é que interromper o tabagismo reconhecidamente traz uma série de outros benefícios para a saúde como um todo.

Espero que essas informações sejam úteis para mantê-lo cada vez mais informado sobre o câncer de próstata.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No ultrassom de próstata o que significa glândula prostática de ecotextura heterogênea, com calcificações de permeio??

Avanços no sequenciamento de novos tratamentos para o câncer de próstata avançado.

Túlio pergunta: "Após biópsia de próstata quantos dias devo ficar sem ejacular (sem atividade sexual)??"